quarta-feira, 9 de abril de 2008

Sementes de Nicotiana Rústica

A nicotiana rustica tem sido usada e cultivada na América desde há muito. Também é conhecida por "tabaco sagrado", "mapacho" ou "tabaco xamânico". A nicotiana rustica é uma variedade muito potente. É diferente do tabaco comercial disponível hoje em dia (nicotiana tabacum). A variedade que cresce na floresta amazónica contém cerca de vinte vezes mais nicotina que as variedades norte americanas. Tem uma concentração de nicotina muito elevada nas suas folhas. A planta foi usada durante centenas de anos e quase todas as tribos índias usavam tabaco para ofertas aos espíritos durante o cultivo ou armazenação de comida, para curas e para cerimónias. Mais comummente é embebida na água, e a água é depois insuflada; também é fumada em cigarros e usada como clister. Em muitos rituais, cerimónias e observações religiosas dos índios, a nicotiana rustica era o fio unificador de comunicação entre os humanos e os poderes espirituais. O tabaco também selou tratados de paz entre as tribos e acordos entre indivíduos. Para tais propósitos o chefe tinha um cachimbo especial, comprido e decorado, o chamado "cachimbo da paz". As nicotianas rusticas são plantas lindas, que crescem entre um e dois metros em altura, dependendo da variedade e das condições de crescimento. Têm folhas verdes enormes e flores de cheiro muito doce que variam em cor do branco ao amarelo ou mesmo do branco ao verde. A nicotiana rustica foi um importante instrumento xamânico na Amazónia. Usada apenas pelos seus poderes enteógenos ou por vezes fumada durante as cerimónias de ayahuasca ou misturada na própria poção. O fumo era tido como sagrado e purificante, e o tabaco era frequentemente queimado para purificar e proteger, mesmo que não fosse inalado. Em algumas zonas da floresta amazónica, a nicotiana rustica ainda permanece um componente comum da ayahuasca. Uso Apesar das nicotianas serem naturais das quentes regiões subtropicais, também podem viver facilmente em partes do mundo com temperaturas mais baixas. Por isso não é assim tão difícil cultivares a tua própria nicotiana rustica. Se colheres as sementes da tua planta e voltares a plantá-las, podes desenvolver, dentro de poucos anos, variedades mais adaptadas ao teu clima local. A melhor altura para o cultivo é na Primavera (por volta de Março). Deixa as sementes germinarem num pequeno vaso com terra e coberto com um saco. As mudas de nicotiana devem ser transplantadas ainda muito pequenas, uma semana após a greminação. Se transplantares mais tarde, a raiz principal pode danificar-se, o que resultará num crescimento muito fraco e lento. Muda as plantas jovens para um vaso maior. Para os melhores resultados, as plantas precisam de muito fertilizante e de muito espaço para as raízes, mas também crescem bem em vasos de 20 cm (ou maiores).

Depois coloca-as num local quente e solarengo. A planta florescerá no verão e pode ser colhida no princípio do outono.

Fonte: pt.azarius.net

Nenhum comentário: